Notícia

Traficante brasileiro é expulso do Paraguai após matar mulher em cela.

Condenado a 26 anos de prisão pela Justiça brasileira, Marcelo Piloto esfaqueou uma jovem que foi visitá-lo na cela onde estava preso, em Assunção.

Notícias // Brasil
Publicada em 19/11/2018 às 12:40:29

 

O brasileiro Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, também conhecido como Marcelo Piloto comparece à audiência realizada em uma delegacia em Assunção, Paraguai - 16/11/2018 (Sebastian Caceres / Suprema Corte do Paraguai/Reuters).

 

 

 

 

 

                                                           *Jovem assassinada por traficante, durante                                                                visita.

 

narcotraficante brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, que estava preso em Assunção, no Paraguai, foi expulso do país nesta segunda-feira (19). No sábado, ele esfaqueou 17 vezes na cela em que estava uma jovem, de 18 anos, que foi visitá-lo. Autoridades paraguaias acreditam que ele cometeu o crime na tentativa de evitar a extradição para o Brasil.

 

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, deu a notícia da expulsão do traficante pelo Twitter. “Decidi expulsar Marcelo Pinheiro, vulgo “Pilot” do Paraguai. O nosso país não é uma terra de impunidade para ninguém”, escreveu o líder.

 

No domingo (18), o presidente anunciou ainda a troca do comando da Polícia Nacional após o narcotraficante ter matado a mulher dentro da prisão. A decisão foi anunciada depois de uma reunião do Conselho de Segurança convocada por Benítez.

 

A Justiça do Rio condenou Piloto a uma pena de 26 anos de prisão. No Paraguai, ele está preso desde 2017 por homicídio e falsificação de documentos. Chegou a ser aberto ainda um processo para sua extradição, atendendo a pedido da justiça brasileira.

 

Edição: André Santos

Fonte: Veja On Line

 

// Notícias // Brasil

© Copyright 2012 - 2013 PortalJNP - A informação sempre em primeiro lugar. Todos os direitos reservados.