Notícia

Padre é acusado de abuso sexual e lavagem cerebral

Várias denúncias

Notícias // Brasil
Publicada em 17/09/2018 às 10:25:11

 Jean Rogers Rodrigo de Sousa, de 44 anos, é acusado de “lavagem cerebral” e abuso sexual, por cerca de onze mulheres, em uma comunidade católica na cidade Anápolis, em Goiás.

 

As acusações começaram em 2006 em uma comunidade católica chamada “Arca de Maria”, mas com o tempo surgiram denúncias de abuso sexual. Algumas freiras que estavam sob a guarda do padre Rodrigo Maria (como era conhecido) afirmaram que sofriam investidas sexuais contra a vontade delas.

 

 Elas afirmam ainda que os assédios aconteciam virtualmente, através de conversas via Skype, em que Rodrigo se masturbava para elas.

 

 A Igreja Católica foi comunicada dos abusos por cerca de onze mulheres de várias cidades, o que motivou a abertura do processo contra o clérigo.

 

12 anos após a primeira queixa contra a Arca de Maria chegar ao conhecimento do Vaticano, o padre Rodrigo pulou de diocese em diocese e hoje responde ao bispado de Ciudad del Este, no Paraguai.

 

Questionado, o porta-voz da diocese paraguaia, Fabio Recalde Barúa, informou que o padre está sendo julgado por “desobediência” e “numerosas e graves infrações de leis divinas e canônicas”.

 

Edição: André Santos

Fonte: Dol

// Notícias // Brasil

© Copyright 2012 - 2013 PortalJNP - A informação sempre em primeiro lugar. Todos os direitos reservados.