Notícia

Dois morrem em troca de tiros com a polícia no bairro do Guamá

Baleados eram acusados de diversos crimes. Dupla foi socorrida, mas morreu no hospital.

Notícias // Policia
Publicada em 15/09/2018 às 09:46:20

 Dois homens morreram em troca de tiros com a polícia na noite desta sexta-feira (14), no bairro do Guamá, em Belém. Jackson Rodrigo Pimenta Ferreira, conhecido como "Playboy", de 25 anos, e Álvaro Corpes da Silva Filho, de 32 anos, estavam dentro de um táxi quando foram interceptados pelas viaturas policiais e reagiram atirando. Os dois foram baleados e chegaram a ser socorridos no Hospital Pronto Socorro Municipal (HPSM) do Umarizal, mas morreram no hospital. Com eles, foram encontradas três armas, várias munições e drogas.

 

Segundo informações da Polícia Militar, "Playboy" era acusado de envolvimento na morte de um sargento, tentativa de assassinato de um tenente, além de outros crimes como assaltos, tráfico de drogas e estupro. O comparsa, Álvaro, era uma espécie de segurança do traficante e, apesar de já ter trabalhado como taxista, também tinha passagens pela polícia. A dupla foi encontrada durante a nova fase da megaoperação “Arcanjo”, desencadeada pelo I Comando de Policiamento da Capital (CPC I), que tem foco nos bairros do 20º Batalhão da PM (entre eles, Guamá e Terra Firme).

 

De acordo com o tenente coronel Favacho, as guarnições já tinham a informação que "Playboy" estaria naquela área em um táxi. O veículo suspeito foi avistado nas proximidades do cemitério Santa Izabel por volta das 18h30 e, após a ordem de parada não ter sido obedecida, uma perseguição ao veículo, um Fiat Siena branco, teve início. Na travessa Barão de Mamoré, entre as rua dos Mundurucus e Paes de Souza, os acusados saíram do veículo atirando contra as guarnições, na tentativa de fugir. Os policiais revidaram e os dois criminosos foram atingidos na troca de tiros. 

 

Com a dupla e também dentro do veículo, os policiais encontraram uma escopeta caseira calibre 12, um revólver calibre 38 e um revólver calibre 32, além de munições para todas estas armas. Foram encontradas ainda munições para pistola calibre 762 e até munição para armas antiaéreas de calibre ponto 50. Mais de 40 petecas de entorpecente também estavam com os criminosos, mas ainda não há confirmação que se tratava de cocaína ou pasta base de cocaína, já que o material ainda não foi analisado. 

 

De acordo com Favacho, Jackson era uma pessoa considerada de alta periculosidade. "O "Playboy" estava se firmando como uma liderança criminosa na área. Ele tinha envolvimento em vários crimes, inclusive contra policiais, e era procurando há muito tempo pelo policiamento. O Álvaro era segurança dele, que também já tinha sido preso várias vezes. Após o fato de hoje, uma corrente do crime nesta área foi quebrada", complementou. 

 

Edição: André Santos

Fonte: ORM

// Notícias // Policia

© Copyright 2012 - 2013 PortalJNP - A informação sempre em primeiro lugar. Todos os direitos reservados.