Notícia

Nadal não resiste a um inspiradíssimo Nishikori e perde a decisão do bronze

Ao vencer por 2 sets a 1, japonês fica com o terceiro lugar no torneio olímpico de

Esportes // Olimpiadas
Publicada em 15/08/2016 às 09:12:46

Rafael Nadal é conhecido, dentre tantas qualidades, por saber se defender e errar pouco em uma partida de tênis. É, geralmente nestes detalhes, que ganha seus jogos. Porém, neste domingo, o espanhol não conseguiu ter o mesmo desempenho de outras jornadas. Não só pelo cansaço acumulado na Rio 2016. Não só por ter, eventualmente, uma apresentação irregular. A derrota, na decisão da medalha de bronze do simples masculino, teve nome, sobrenome e nacionalidade: Kei Nishikori, do Japão. O asiático venceu a partida, no Centro Olímpico de Tênis, com um alto nível de jogo: 2 sets a 1, parciais de 6/2, 7/6 (1-7) e 6/3, em duas horas e 49 minutos de confronto. E olha que Nadal, ao reverter uma derrota certa, conseguiu levar a disputa ao último set. 

 

Atual sétimo do mundo, o japonês coroou uma campanha cujo ápice fora a vitória sobre o francês Gale Monfils, no tie-brek do segundo set, nas quartas de final. E que coroamento. Fez Nadal cometer, por exemplo, 62 erros - 28 não forçados. Quebrou o saque do rival por quatro vezes. Nada disso, porém, o fez comemorar efusivamente. Manteve o tom sereno dos orientais. Nadal, por sua vez, após quase não participar da Olimpíada, motivado por problema no punho esquerdo, lesionado em maio, deixa a competição com o quarto lugar - e ainda o ouro nas duplas masculina. Mostrou estar no caminho para, enfim, recuperar o nível que encantou o mundo.

 

Fonte: GE

// Esportes // Olimpiadas

© Copyright 2012 - 2013 PortalJNP - A informação sempre em primeiro lugar. Todos os direitos reservados.