Notícia

Cristandade - Encontrada a possível casa onde Jesus teria crescido.

Em Nazaré, a cidade natal de Jesus, os arqueólogos desenterraram uma casa do século I que pode ser o lugar onde Jesus cresceu.

Opinião // Blogs
Publicada em 03/09/2015 às 09:01:52

 

 

 

 

 

 

 

Jesus respondeu: “As raposas têm as suas tocas e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.” – Mateus 08:20

 

Em Nazaré, a cidade natal de Jesus, os arqueólogos desenterraram uma casa do século I que pode ser o lugar onde Jesus cresceu. As paredes foram construídas de pedra e argamassa e tinham sido cortada numa encosta. Embora a estrutura fosse inicialmente descoberta por freiras na década de 1880, não foi datada pelos arqueólogos até 2006. Eles também observaram que a casa foi reconhecida como a casa de Jesus porpessoas que viveram durante séculos na área depois dele morrer. No entanto, ninguém pode dizer com certeza absoluta que Jesus realmente viveu na casa, a evidência só o torna possível.

 

 

Embora ainda existam céticos que acreditam que Jesus nunca existiu, a evidência histórica e científica é mais do que suficiente para convencer a maioria dos estudiosos, mesmo aqueles que não são cristãos, de que Ele existiu. No entanto, há o cuidado de fazer a distinção entre o Jesus histórico e o ícone religioso. Os estudiosos sabem que o Jesus histórico nasceu pouco antes de 4 aC e que Ele foi criado como um judeu em Nazaré pelo seu pai carpinteiro. Portanto, não é razoável que a Sua casa de infância fosse encontrada.

 

Depois da casa ser inicialmente abandonada, os residentes na área foram extraídos de lá. Dois túmulos foram construídos também pela casa. Não sabemos quem foi enterrado lá (ambos os túmulos estão atualmente vazios), mas sabemos que tanto a casa como os túmulos eram adornados com mosaicos na Idade Média por pessoas do Império Bizantino. Elas fizeram isso porque acreditavam que o túmulo pertencia ao marido da Virgem Maria. Os mosaicos sugerem que a casa e o túmulo eram importantes, mesmo venerados. Essas mesmas pessoas também construiram uma igreja sobre a casa para protegê-la. A igreja foi chamada de “Igreja da Nutrição”.

 

Os bizantinos constituiram a metade oriental do Império Romano que sobreviveu após o colapso da parte ocidental. O seu império foi baseado em Constantinopla, embora se referissem a si mesmos como “romanos.” Eventualmente, o Império Bizantino foi destruído por um ataque otomano em 1453.

 

Quando os bizantinos não podiam mais manter a estrutura, os cruzados repararam a igreja em ruínas, em Nazaré, no século 12. Segundo os arqueólogos, isso sugere que os cruzados também acreditavam que esta era a casa de infância de Jesus. Os arqueólogos foram capazes de determinar muito do que sabem a partir de registos das freiras de escavações nofinal de 1800 e dos de Henri Senes, um arquiteto que se tornou um padre jesuíta que fez registos meticulosos dos achados das freiras.

 

A partir dos artefatos dentro da casa, os arqueólogos acreditam que uma família judia viveu lá, apoiando ainda mais a crença de que Jesus viveu lá. O uso de panelas de pedra calcária, por exemplo, é significativo na cultura judaica, porque não podem tornar-se ritualmente impuros.

Mesmo que várias pessoas tentassem proteger a casa, ela foi incendiada em algummomento dos anos 1200. No entanto, temos um texto de monges escoceses em 670 AD que diz que fizeram uma peregrinação a Nazaré para uma igreja onde uma casa existia, a casa onde Jesus viveu quando era uma criança.

 

Sobre o Autor:

Blog do Anderson

Anderson Aguiar trabalha em GridBox

Frequentou a Universidade de Harvar University,

Mora em Idaituba - SP

 

 

 

 

 

 

// Opinião // Blogs

© Copyright 2012 - 2013 PortalJNP - A informação sempre em primeiro lugar. Todos os direitos reservados.