Portal JNP: O Seu Portal de Informação

Parazo 2020 - Paysandu vence o Bragantino e assume a liderana do Paraense

Em uma noite marcada por homenagens, o Paysandu venceu o Bragantino por 1 a 0, na Curuzu

Esportes // Campeonato Paraense
Publicada em 28/01/2020 às 11:05:43

 

 

 

 

 

Em uma noite marcada por homenagens, o Paysandu venceu o Bragantino por 1 a 0, na Curuzu, no encerramento da segunda rodada do Campeonato Paraense. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Nicolas.

 

O resultado fez o Papão assumir a liderança do Parazão, com seis pontos. É a mesma pontuação do Remo, mas o Alviceleste fica em primeiro lugar por causa do saldo de gols. O Tubarão saiu da zona de classificação e foi para 5ª posição.

 

O Paysandu volta ao campo no próximo domingo (2) contra o Castanhal. A partida será às 16 horas e inicialmente está marcada para o Maximino Porpino, mas pode mudar de local.

 

Já o Bragantino vai enfrentar o Carajás, às 15h30 de domingo (2), no Diogão, em Bragança.

 

Veja todos os detalhes da partida entre Paysandu e Bragantino

 

JOGO EQUILIBRADO

 

Paysandu e Bragantino fizeram um primeiro tempo bem equilibrado. Os dois times tiveram muitas chances para abrir o placar na Curuzu no início da partida. Algo que só iria ocorrer na reta final da primeira etapa.

 

O Paysandu teve chance em contra-ataque Nicolas. Ele saiu da marcação e chutou, mas Axel, que ainda fez muitas defesas boas na primeira etapa, espalmou.

 

O Bragantino tentou marcar com o Wendell. Ele disparou e chutou forte. Gabriel Leite defendeu. Depois, Vitinho também teve chance de marcar para o Tubarão. Novamente Gabriel fez boa defesa.

 

MARCOU, MAS NÃO VALEU

 

Nicolas seria o nome do jogo no primeiro tempo. Aos 28 minutos, ele recebeu e chutou para o gol, mas não valeu porque foi marcada falta no ataque bicolor.

 

GOL, HOMENAGEM E CARTÃO

 

Em um primeiro tempo disputado, o dono da casa foi quem abriu o placar e gol saiu dos pés do atacante Nicolas. A jogada começou com Vinícius Leite, que ganhou na marcação e mandou para a área. A defesa cortou mal e a bola caiu nos pés de Nicolas, que driblou a zaga e bateu forte, no alto, sem chances para Axel Lopes, aos 41 minutos.

 

A comemoração de Nicolas foi vestindo a camisa com a frase “Não é Não! Pela Jennyfer e por todas” em homenagem à Jennyfer Martins, que foi vítima do ‘maníaco de Marituba’, e para todas as mulheres que pedem respeito. Por causa disso, o atacante recebeu cartão amarelo. Mas não que calasse a Curuzu, que estava lotada.

 

AGITO NO SEGUNDO TEMPO

 

Precisando do gol do empate, o Bragantino foi para cima no segundo tempo e quase empatou. O Tubarão saiu com Chiclete. Ele cruzou para Vitinho, que chuta para o gol e Gabriel defendeu.

 

A resposta do Paysandu veio em seguida. Alex Maranhão disparou e mandou para a área. Nicolas recebeu e finalizou, mas Axel encaixou.

 

EXPULSÃO

 

O Bragantino ainda ficou com um a menos na partida, quando Vinicius Índio foi expulso. Ele simulou uma falta na área e o árbitro deu um cartão amarelo. Foi o segundo do jogador, que acabou indo mais cedo para o vestiário.

 

Mas nem parecia que estava com um a menos. O time continuou pressionando o Papão e quase marcou com chute de Bilau, mas Gabriel Leite encaixou.

 

A etapa final seguiu até os 50 minutos e terminou com mais uma vitória do Paysandu no Parazão. Agora o time bicolor é líder e a torcida festejou bastante na Curuzu.

 

FICHA TÉCNICA

 

PAYSANDU X BRAGANTINO

CAMPEONATO PARAENSE - 2ª RODADA

Local: Estádio da Curuzu

Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira

Assistentes: Márcio Dias e José Ricardo Coimbra 

Quarto árbitro: Danilo Lopes Viana  

Gol: Nicolas (41’/1ºT)

Pagantes: 5.631
Sócio Bicolor: 3.445
Credenciados: 1.840
Total: 10.916

Renda: R$187.870,00

Cartão Amarelo: Marco Goiano, Anderson Alagoano, Chiclete, Bruno Limão (Tulio), Vinícius Índio (Bragantino); Vinícius Leite, Nicolas, Perema, Deivid Souza, Caíque Oliveira, Serginho, Hélio dos Anjos (técnico) (Paysandu)

Cartão Vermelho: Vinicius Índio

Paysandu - Gabriel Leite, Tony, Micael, Perema e Bruno Collaço; Caíque Oliveira, Serginho (Yure) e Alex Maranhão; Elielton (Deivid Souza), Nicolas e Vinícius Leite (Uilliam). 

Técnico: Hélio dos Anjos  

Bragantino - Axel Lopes; Bruno Limão, Romário, Anderson Alagoano, Esquerdinha; Paulo de Tarcio, Marco Goiano, Wendel, Chiclete (Canga); Vinicius Índio, Vitinho (Bilau).

Técnico: Robson Melo 

 

 

 

 

Noticias Relacionadas