Portal JNP: O Seu Portal de Informação

Caminhada pede paz e defesa da família, em especial das crianças e dos adolescentes

Segurança e educação são áreas mais destacadas pelos participantes

Notícias // Pará
Publicada em 22/09/2019 às 21:38:08

Centenas de pessoas participaram de uma caminhada em defesa da paz e da família, principalmente contra a violência que atinge as crianças e os adolescentes em ambiente familiar e escolar. Para chamar atenção da sociedade pais, alunos, professores, diretores de nove escolas de Belém e a sociedade em geral percorreram da escadinha do Cais do Porto, no bairro da Campina, até a Praça Batista Campos, onde o público participou de diversas atividades voltadas para o tema. Durante o trajeto da 1ª Caminhada eles carregavam as bandeiras do Brasil e do Pará, acessórios alusivos às crianças, como cata-ventos e balões, e cantavam músicas infantis, ao som de um carro.

Segundo Marilene Rezende, que faz parte da coordenação da caminhada da escola Colibri, para melhorar a violência contra esse público é necessário que haja melhores políticas públicas voltadas à educação, segurança e assistência social às famílias.

“Estamos em busca da luta e valorização da vida, que é um bem social de todos nós, e contra a violência infantil e adolescente.  Como a violência entra nas escolas, estamos reunidas como parceiras para buscar voz junto ao poder público e fazer valer as políticas públicas que estas possam erradicar essa violência, que leva até à morte de membros das escolas e até das crianças e adolescentes. Precisa melhorar a educação, segurança e a assistência social às famílias. Queremos que essa caminhada esteja no calendário escolar e se estenda para mais anos”, afirma Rezende.

Para muitos pais foi importante participar da caminhada para ajudar a motivar a população em busca de segurança às crianças e adolescentes. “Para melhorar a vida das nossas crianças e adolescentes é fundamental a garantia da segurança e da educação. Acho muito importante a família vir para essa ação e nossa família está nessa luta pela melhoria da nossa sociedade”, acompanhado do filho, de nove anos, diz Maurício Lima, representante de empresa, 52 anos.

 

“A caminhada é importante, pois assim mostramos para nossos filhos desde pequenos que eles merecem amor e respeito de todos nós e da sociedade. É preciso que haja mais incentivo e conversa com as crianças, e conscientização das pessoas, que devem estar engajadas nessa discussão”, destaca a contadora Josemara Silva, 30 anos, que esteva acompanhada do esposo e da filha de quatro anos.

Participaram da caminhada a comunidade estudantil das escolas Colibri, Colégio Universo, Colégio Marista Nossa Senhora de Nazaré, Sistema de Ensino Conhecimento, Peteleco, Corujinha, Ceai, Centro Educacional Sousa Araújo, Centro Integrado de Educação Especial e Colibri Baby.

Além de órgãos, como as Secretarias Estaduais de Segurança Pública e de Assistência Social, Trabalho Emprego e Renda; Fórum Paraense de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção do Trabalho Adolescente, Ordem dos Advogados do Pará, Cruz Vermelha, Departamento de Trânsito do Estado do Pará, entre outros.

Noticias Relacionadas