Portal JNP: O Seu Portal de Informação

Viagem do Brasil ao Japão poderá ser feita em apenas 3 horas

FASE DE TESTE

Diversos // Tecnologia
Publicada em 23/05/2019 às 11:06:57

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Divulgação/Boeing

 

 

 

 

A companhia norte-americana, Boeing, revelou esta semana detalhes de uma aeronave supersônica que está desenvolvendo. Segundo noticiou o site Olhar Digital, o avião será capaz de voar a uma velocidade cinco vezes maior que a do som ou seja, a mais de 6.125 quilômetros por hora. Para efeito de comparação, a velocidade de voo de um Boeing 737 é de cerca de 830 quilômetros por hora.

De acordo com a publicação, a aeronave seria capaz de ir do Brasil ao Japão em cerca de três horas, por exemplo. Porém, o experimento da Boeing não é voltado para aviação comercial. A proposta do avião, no entanto, seria para para fins militares.

Ainda segundo o site, para atingir essa velocidade, a aeronave usaria dois tipos de dispositivos de impulso. Inicialmente, ela usaria uma turbina a jato para alcançar a velocidades próximas de Mach 3 (três vezes a velocidade do som). 

Na hora de pousar, o avião precisaria voltar a usar as turbinas convencionais para desacelerar. O sistema de propulsão que combina essas duas tecnologias recebe o nome de “Turbine-Based Combined Cicle”, ou TBCC, uma sigla que significa algo como “ciclo combinado baseado em turbinas”. 

A pesquisa sobre esse tipo de propulsão está sendo financiada tanto pela Nasa, agência espacial estadunidense, quanto pela DARPA, órgão de pesquisa do exército do país.

Segundo a imprensa internacional, a Boeing já tem um cronograma para o seu desenvolvimento. A empresa pretende criar uma versão de teste , com o tamanho aproximado de um jato F-16 (que mede 15 metros de comprimento).

Em seguida, após refinar os problemas nesse avião menor, a empresa produziria uma versão em escala maior da aeronave, com cerca de 32 metros de comprimento e duas vezes mais motores.a expectativa é que a primeira aeronave, ainda de testes, fique pronta somente em 2020.

 

 

Fonte: (Com informações do IPC Digital)

Edição: Rafael Cruz

 

 

Noticias Relacionadas